Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estapafúrdios do Quotidiano

Porcos a monte!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 21.11.12

Ex.mos Srs. leitores, telespectadores e ouvintes, hoje o Estapafúrdios do Quotidiano traz até vós, uma notícia sobre... Animais!

É verdade, pelo 3º post consecutivo, iremos falar-lhe de animais (deve haver um recorde qualquer, que diga o nº de posts seguidos num blog, que 2 parvos já fizeram sobre animais e, possivelmente, nós estamos no Top 3).

Desta vez, o post é sobre Porcos! Mas não uns porcos quaisquer, são porcos cuja inteligência seria capaz de envergonhar o nosso Primeiro-Ministro, que por sua vez também é um animal. Calma! Calma! Não estou a insultar o Sô Primeiro-Ministro, digo que é um animal, visto que o seu ultimo nome é "Coelho".

Estes porcos são nada mais, nada menos, que porcos fujões (não sei se tal título existe, mas se não existia, passou a existir). Estes porcos fugiram de um camião hoje na A1, próximo de Albergaria em Aveiro, apróximadamente à 1h45 da manhã depois do despiste do pesado em que circulavam.

 

Como o leitor é uma pessoa bem informada, certamente estará a pensar, "Mas eu vi esta notícia e eles falavam em morte de cerca de 100 porcos e não fuga.". Ah, pois é! Você viu bem, mas a informação que a comunicação social passou cá para fora, é que não foi a mais correcta. Felizmente, para si e para nós, estava um investigador dos Estapafúrdios do Quotidiano dentro do camião e contou-nos como tudo se passou. "O que é que estava a fazer um investigador num camião que transporta porcos para o matadouro?" pergunta você e muito bem. É simples! Nós pagamos muito mal ao kilómetro e por isso os investigadores normalmente andam à boleia.

Mas continuando, o agente PIG (o nome deste investigador foi ocultado para não sofrer represálias), contou-nos que vinha dentro do veículo, quando ouviu os porcos a combinarem o plano de fuga, aqui vos deixo o que ele ouviu:
-"OINk, oink, oinkkk, oiiiinkkk oinkkk oink?"

-"Oink!"

-"Oink Oink?"

-"UIIIIIII UIIIIIIII!" (esta parte foi quando eles estavam extremamente exaltados, toda a gente sabe que porcos exaltados fazem tal som)

-"OINKEEEEE!

Para explicar ao leitor, que muito provavelmente não percebeu o plano, os Estapafúrdios do Quotidiano contrataram um tradutor que nos disse que o mesmo passava por começarem todos a "soltar valentes gases" ao mesmo tempo, o que faria com que o condutor, perante tal mau cheiro, desmaiasse e assim o camião acabaria por se virar, as portas com o impacto abriam-se e eles poderiam fugir. Simples, rápido e porcalhoto.

O pior seria mesmo arranjarem maneira de não serem logo perseguidos pelas autoridades. Eles tiveram que esperar pacientemente dentro do camião até chegarem a Aveiro, pois sabiam que o veterinário do distrito de Aveiro estava em casa de baixa, o que lhes daria tempo de fugirem antes que chegasse o do distrito mais próximo. (Como é que sabiam que ele estava de baixa? Simples! "Onório Porco", um porco que estava doente, havia-se sacrificado 2 semanas antes na casa do veterinário de Aveiro, para que este comesse umas bifanas estragadas e adoecesse). Malditos porcos pensaram em tudo!

O veterinário quando chegou, perto das 08h00, já os porcos tinham fugido e ele só tinha 2 soluções: ou criava pânico geral e dizia que cerca de 100 porcos tinham fugido, o que levaria toda a gente a fugir dos talhos e superfícies comerciais e tentar apanhar um porco ou dois lá para casa, ou então fingia que eles tinham falecido, e que os iria levar para serem queimados.

E assim foi caro leitor, daí a notícia que você viu na TV e nos jornais falar de um condutor que "adormeceu" e 100 porcos "mortos", quando na realidade foi tudo um plano dos 100 Porcos Fujões!

Atenção, esta notícia não é inédita, já em 2006 um outro grupo havia feito o mesmo na A2, e se não acredita aqui lhe deixo um excerto da notícia:

Despiste na A2 fere motorista e mata porcos

Publicado em 2006-04-22

O despiste de um camião de transporte de animais vivos, ontem à tarde, na auto-estrada do Sul (A2), na zona de Alcácer do Sal, resultou em ferimentos ligeiros no motorista, o único ocupante, e na morte de vários porcos, apurou o JN junto do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal e da Brigada de Trânsito (BT) da GNR.

O acidente registou-se por volta das 14.30 horas, à entrada da estação de serviço de Alcácer do Sal, no sentido Sul/Norte, e as causas eram, ontem, ainda desconhecidas. A queda do veículo pesado provocou a morte de vários animais e ferimentos em outros, que acabaram por ser abatidos pelo veterinário municipal.


(Lá está, causas desconhecidas e sempre a mesma desculpa da morte dos porcos...)

Até breve e um obrigado desde já, pelo seu comentário. Volte sempre sim?! 

GIL

8 comentários

Comentar post