Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estapafúrdios do Quotidiano

O Natal já não é o que era...

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 02.12.12

É Natal, é Natal, vamos todos festejar, caro leitor não leve a mal, e não se esqueça de comentar!

Pois é caros amigos, estamos em Dezembro, uma época natalícia, uma altura em que todos andam com vontade de dar e receber. Mas infelizmente alguns têm mais vontade de receber do que dar, eu por exemplo, estou cheio de vontade de receber o meu subsidio de Natal que teima em não chegar, mas pronto isso é um problema meu e não o vou maçar com tal assunto.

Hoje os estapafúrdios do Quotidiano vão falar-lhe de quem neste espírito natalício, resolve tirar em vez de dar. É algo feio não é? Certamente pensará que são atitudes de um homem sem fé. Mas engana-se, quem resolveu tirar em vez de dar foi o Santo Padre, o Papa Bento XVI.

O Sumo Pontífice da religião, retirou do presépio, a imagem que simboliza o nascimento do menino Jesus, nada mais, nada menos, que a Vaca e o Burro.

 

Como diria Fernando Pessoa, “E esta hein?”

De acordo com as páginas do novo livro de Ratzinger (este nome é fantástico, a mim faz-me sempre lembrar um dos moto ratos de marte), a “Infância de Jesus', no qual, segundo o Papa, na gruta onde nasceu Jesus não havia animais, e assim sendo a presença da vaca e do burro tal como nós estamos habituados a ver está errada.

Agora eu digo-lhe caro leitor, (mas antes de lhe dizer vou-lhe pedir para caso seja um tipo católico parar de ler este post e ir à sua vida para não se zangar connosco, se por acaso até não liga à religião pode continuar).

 

O papa tem toda a razão em tirar o burro e a vaca do presépio, não porque eles na altura não estivessem lá, mas sim porque é informação repetida! -"Informação repetida? O que é que ele quererá dizer com isto?" - Pergunta o leitor e muito bem! Ora então vejamos, já existe um burro e uma vaca no presépio, não é necessário haver os animais...

Acha que estou a ser mau? Então eu explico: Maria, é uma sra. que engravida sabe-se lá de quem, não é casada e têm que inventar uma desculpa tão estapafúrdia como a "Imaculada Concepção" para conseguir calar o povo. José que é um gajo que nem namora, dizem-lhe que tem que ficar com Maria mesmo ela estando grávida, e é "obrigado" a não comer e calar, pior, ainda lhe dizem o nome que terá que dar ao puto, e que nunca será conhecido como sendo dele, mas sim de um tipo chamado Deus.

Então e agora que ouviu os meus argumentos, concorda comigo ou não? 

E já agora caro leitor, já que estamos a falar em tirar personagens do presépio, aproveite e já que vai tirar o burro e a vaca, tire também um dos Reis Magos... Tire o Gaspar, é porque um tipo com esse nome é perigoso de ser deixado junto de presentes, não acha?

E pronto amigo leitor, aqui fica a minha opinião. Se por acaso está indignado com o que eu disse, insulte-me, se acha que tenho razão elogie-me, mas seja como for faça-o aqui no blog que precisamos de comentários!
Obrigado, Gil 

4 comentários

Comentar post