Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Vamos para o Brasil!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 21.11.13

Ora viva! Que tal estão as minhas queridas anémonas? Tudo em alta? Isso é que é bom! Tudo sempre em alta! Eu também estou em alta – encontro-me a escrever este texto num vigésimo terceiro andar, e faz aqui uma ventania dos diabos. Será que, se eu abrir um guarda-chuva e saltar pela varanda, consigo planar até chegar a terra firme? Hum, fica para depois. Agora tenho de escrever este texto. Vamos lá a isso.

 

Hoje, temos mais uma sub-rubrica de «O Estapafúrdios do Quotidiano, pergunta!», que está direccionada aos jogadores da nossa selecção nacional  de futebol! Depois de uma vitória suada na Suécia, decidimos interpelar alguns jogadores da selecção com algumas perguntas sobre o que sentem depois de assegurada que está, a ida ao Mundial do Brasil, em 2014. 

 

E o primeiro jogador da selecção a ser interpelado com umas perguntas do Estapafúrdios do Quotidiano, é, nada mais nada menos que: o grande Cristiano Ronaldo! O homem que marcou os 4 golos no total dos dois jogos do play-off contra a Suécia, para o apuramento do Mundial do Brasil. Vamos às perguntas.

 

 

E. Quotidiano: Boa tarde, Cristiano Ronaldo. Tudo bem? 

 

C. Ronaldo: Tudo! Mas, eu penso que… seria melhor que… me chamassem de Cris! É mais simples, e penso que, sempre fico mais perto da minha deusa russa… 

 

E. Quotidiano: Hã?! Se nós te chamarmos de Cris, tu ficas mais perto da Irina? 

 

C. Ronaldo: Sim, eu penso que, a modos que… sim! É assim que ela me chama, e então, penso que, a modos que… é isso! 

 

E. Quotidiano: Ok, Cris… Bom, então ó Cris, primeiro que tudo, muitos parabéns pelo enorme desempenho frente à Suécia! Foi uma noite memorável! Para o Cris e para todos os portugueses. 

 

C. Ronaldo: Hum?! Eu penso que… vocês estão um pouco errados… Eu penso que, vocês não estão bem da cabeça… Contra a Suécia? Mas quem é que jogou contra a Suécia? 

 

E. Quotidiano: Oi?! 

 

C. Ronaldo: Oi?! Eu penso que, não vale a pena falares em brasileiro, porque, eu penso que, esses já eram! 

 

E. Quotidiano: Como, já eram?! 

 

C. Ronaldo: Penso que, vocês estão todos taralhocos… Então, sim, esses já eram porque eu tratei-lhes da saúde. O 4 golos que marquei arrumou-os com uma pinta, eu penso que, do caraças! Foi, não foi? 

 

E. Quotidiano: Mas… que raio de conversa vem a ser esta, Cris… Tu marcaste 4 golos foi à Suécia… e não ao Brasil… Estás bem? 

 

C. Ronaldo: Suécia? Eu penso que, estão enganados! Então, eles até se equipavam de amarelo e azul, as cores do Brasil… 

 

E. Quotidiano: Foi contra a Suécia… Não deste conta do frio que estava em Estocolmo, homem?! Estás doido?! 

 

C. Ronaldo: Eu penso que… de facto, o Brasil estava muito frio… Eu até levei a minha melhor sunga, que me custou cerca que… sei lá, uns milhares, e dei um mergulho na piscina do hotel. Mas, a água estava dura… Eu penso que, estava muito dura… 

 

E. Quotidiano: Se calhar, isso deveu-se ao facto de, provavelmente, a água estar CONGELADA, ó Cris… 

 

C. Ronaldo: Eu penso que… talvez, foi isso… Mas, eu penso que, ainda tenho o galo aqui na testa… De facto, estava muito frio no Brasil. Se estiver assim na Suécia, quando formos lá jogar o mundial no ano que vem, eu penso que, tenho de pedir à minha mamã para, eu penso que, fazer-me um belo casaco de malha quentinha… 

 

E. Quotidiano: Ó homem, o frio da Suécia deve-te ter queimado uns quantos neurónios… O mundial é no BRASIL! E NÃO NA SUÉCIA! TU JOGASTE CONTRA A SUÉCIA NO PLAY-OFF PARA DISCUTIR O ACESSO AO MUNDIAL DO BRASIL! NÃO DA SUÉCIA! 

 

C. Ronaldo: Penso que, vocês estão a brincar, não estão?!

 

E. Quotidiano: Penso que, tipo – NÃO!!

 

C. Ronaldo: E agora? Eu penso que… já tinha enviado uma mensagem ao meu colega do Real Madrid, o Marcelo, a gozar com ele por eu ter marcado 4 golos à selecção dele e, por isso, penso que, ele já não ia ao mundial da Suécia… E agora? Eu não posso voltar ao Real Madrid… Ele, penso que, vai gozar tanto aqui com o Cris… Vocês, penso que, não precisam de investigadores…? Eu podia, penso que, ser um bom investigador do Estapafúrdios do Quotidiano… 

 

E. Quotidiano: Tipo… nós pensamos que, olha, tipo, NÃO! 

 

C. Ronaldo: É pena… Eu penso que, tinha aqui dois bilhetes para o mundial para vos oferecer, mas sendo assim…

 

E. Quotidiano: Calma… É para que jogo do mundial? 

 

C. Ronaldo: Que raio de pergunta… Para o Portugal - Suécia, em Estocolmo… Penso que, vai ser um grande mundial na Suécia… 

 

E. Quotidiano: Ora, bolas… 

 

 

Pedimos desculpa, mas esta sub-rubrica do «O Estapafúrdios do Quotidiano, pergunta!», não passou apenas de uma absurda conversa com o melhor jogador do mundo… Para a próxima, prometemos que será melhor… ou não!




 

 

RIC


45 mil dentro de uma...vagina!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 20.11.13

Olá, malta janota. Então que tal? Ansiosos pelo fim-de-semana?! Percebo-vos perfeitamente... Também eu estou em pulgas! Quer dizer... Não estou  literalmente em pulgas. Estou só assim... Ansioso! Até porque ter pulgas é coisa para ser chato. Não que eu saiba... (Ouvi dizer.)

 

Anteontem escrevi-lhe sobre uma pobre rapariga que descobriu aos 17 anos, que afinal de contas não tinha vagina. É verdade... Uma chatice para ela e para dois ou três ex-namorados que não deram por nada. Hoje, trago-lhe a notícia de um estádio que se assemelha a uma vagina mas que o seu criador acha que não... (E você o que acha?)

O Estapafúrdios do Quotidiano foi entrevistar o arquitecto de "Al-Wakrah" o projecto de um estádio para o Mundial de 2022 no Qatar. Ora vejamos o que descobrimos...

 

GIL: Ora vivas. Então o senhor é que é o arquitecto do Al-Wakrah Stadium?

 

Albert Speer Jr.: Sorry. I don't speak Portuguese. And who the hell are you?

 

GIL: Ai não, não falas... Pensas que eu não sei que passas as férias lá no Algarve, não?!


Albert Speer Jr.: Ok... I confesso. Falo um pouquito de Português.

 

GIL: Viste como eu topei logo que tu eras tipo para andar nos Algarves? Eu sou do Estapafúrdios do Quotidiano meu amigo. Não nos escapa nada. Nós não brincamos em serviço!

 

Albert Speer Jr.: Ok. And... O que queres tu de mim?

 

GIL: Olha. Eu gostava de saber, porque raio, é que vais construir um estádio gigante em forma de vagina no Qatar?

 

Albert Speer Jr.: Vagina? What is Vagina? You are wrong sir.

 

GIL: Qual wrong, qual carapuças, pá! Lá porque tu já não vês uma vagina à décadas, não estás à espera que eu acredite que não desenhaste o estádio com este aspecto, intencionalmente, não?

 

Albert Speer Jr.: Juro! Aquele estádio é top of the art! Vão caber 45mil homens lá dentro! O interior do stadium será quente e húmido. Para que possa agradar tanto as pessoas, como manter o relvado impecável. E estou ainda a estudar uma maneira para que o estádio se possa fechar quando não estiver a ser usado. Amazing!

 

GIL: Ora portanto deixa cá recapitular: o estádio tem o aspecto que tem... Foi desenhado para caberem 45 mil homens lá dentro, o clima do interior é quente e húmido e ainda estás a estudar uma maneira de ele se fechar quando não estiver a ser usado....

 

Abert Speer Jr.: Right!

 

GIL: Certo... Não se parece nada com uma vagina! Onde é que eu tinha a cabeça...

 

Albert Speer Jr.: On the stadium?

 

GIL: Ah! Ainda por cima atreves-te a fazer piadinhas entre cabeças e o estádio... Porreiro, pá! Olha... E só mais uma coisinha. Tu não me leves a mal o que eu te vou perguntar, mas... Por acaso não será perigoso terem entregue um projecto de um recinto - no Qatar - onde cabem 45 mil pessoas, ao filho do Ministro de Armamento e Guerra / Arquitecto chefe do Hitler, não? 

 

Albert Speer Jr.: Hum!? Como sabes isso? Quem te contou tal coisa? Blasfémias... 

GIL: É assim amigo Speer. Como te disse antes, o Estapafúrdios do Quotidiano não brinca em serviço! HUAHAHA! AH! E beijinhos meus à Merkl...

 

Albert Speer Jr.: À Angela? Como é que tu conheces a minha Angela? Volta aqui! Conta-me tudo senão eu... eu... (aii, isto era tão mais fácil no tempo do meu pai...)

 

(Vejam só esta carantonha...)

 

GIL

Uma entrevista com Van Damme.

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 19.11.13

Ora muito boa tarde, minhas libelinhas sem asas, porque as perderam numa luta com uma varejeira que tinha sido contaminada pelas águas radioactivas de Fukushima, e tinha lâminas em vez de asas, o que levou a que as vossas asas fossem cortadas como se fosse uma faca bem afiada a cortar manteiga. Assim, num instante. Sem darem por isso! Assim à maluca, mesmo. Mas, se eu fosse a vocês, a partir de agora tinha vergonha de sair à rua. Porque, uma libelinha perder um duelo com uma varejeira, é coisa para alterar a lei da natureza – mas tudo bem, o raça da varejeira teve uma pequena ajuda radioactiva… 

 

Bom, minhas queridas libelinhas, sabem quem é que está de volta à ribalta? O grande Van Damme! Com certeza, já todos vós viram o famoso vídeo da Volvo que circula por essa internet afora, como se não houvesse o amanhã, em que o patife do Van Damme aparece no meio de dois camiões da Volvo e, em pleno andamento, ao mesmo tempo que os camiões se afastam entre si, ele faz a espargata mantendo-se naquela posição durante o resto do vídeo… A loucura! Ele está de volta! O Van Damme é a prova viva que velhos são os trapos – e olhem que eu tenho cá uns trapos em casa que, mesmo sendo do tempo dos reis, ainda se mostram com bastante vitalidade… 

 

Van Damme tem, actualmente, 53 anos de idade, e mostra-se fresco que nem uma alface acabada de ser colhida – ainda com terra agarrada e tudo. A enorme flexibilidade que Van Damme demonstra nesta idade e, mais propriamente neste vídeo da Volvo, tem surpreendido o universo «Van Dammeista» (Universo quê?!) em geral. O Estapafúrdios do Quotidiano, não quis deixar passar em vão a oportunidade de falar com o grandioso Van Damme, e tentar perceber como é que correram as filmagens deste vídeo para a Volvo. 

 

Vejamos a conversa… 

 

 

(Durante as filmagens do vídeo…)

 

 

RIC: Ó Van Damme! Ó Van Damme! 

 

Van: O que foi, pá?! Não vês que estou ocupado?! 

 

RIC: Sim, eu sei. Mas… 

 

Van: Mas… o quê?! 

 

RIC: Tens de ter cuidado, olha que ainda te aleijas…

 

Van: Hã?! 

 

RIC: Sim, homem… Tu desce lá daí, pá… És maluco ou quê?! Tu ainda te aleijas, e olha que já não vais para novo! 

 

Van: Tu não queiras que eu desça daqui…

 

RIC: Quero sim! Eu não quero que um dos meus ídolos de adolescência se aleije… Desce lá daí…

 

Van: Ai, não queres não… 

 

RIC: Vá, deixa-te lá de ameaças… Desce lá daí… 

 

Van: Olha que tu não queres MESMO que eu desça daqui… 

 

RIC: Então, Van… Posso tratar-te por Van, não posso? 

 

Van: Podes… 

 

RIC: Então, vá lá… não sejas assim teimoso. Não estamos num filme, e não precisas de fazer esse papel de «mauzão» que te caracterizou… Vá, desce lá de cima dos camiões, pá… Que ainda te aleijas…Imagina que um dos condutores de um dos camiões está bêbado? Ou que se esqueceu de tomar os comprimidos para a tensão arterial? É um risco do catano, pá! Vá, toca a descer daí, que é para me dares uma entrevista como deve ser… 

 

Van: Ó amigo, tu não queres mesmo que eu desça daqui… É que não queres mesmo! 

 

RIC: Vá, não é preciso ameaçar… 

 

Van: Isto não é uma ameaça…

 

RIC: Então, é o quê?! 

 

Van: É um pedido! É QUE ESTOU HÁ TANTO TEMPO AQUI NA POSIÇÃO DE ESPARGATA, QUE JÁ NÃO CONSIGO SAIR DAQUI! POR FAVOR, NÃO ME PEÇAS PARA SAIR DAQUI, PORQUE EU JÁ NÃO VOU PARA NOVO! EU JÁ NÃO SINTO AS PERNAS… E EU… PRECISO DE IR TANTO À CASA-DE-BANHO… AI, ALGUÉM ME AJUDE… TRAGAM-ME UMA ARRASTADEIRA OU UMA GARRAFA! EU QUERO FAZER CHICHI… AJUDEM-ME! 

 

RIC: Vá… Não chores mais… Toma lá uma algália e desenrasca-te… Pfff… Vedetas… 




 

RIC