Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Mãe e Filha, o reencontro das Assassinas.

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 12.10.18

Rosa Grilo e Diana Fialho, suspeitas de assassinato, tornaram-se amigas e confidentes no Estabelecimento Prisional de Tires, onde ambas se encontram em prisão preventiva. A primeira é acusada de matar o marido, em conluio com o seu amante, e a segunda está acusada de matar a sua mãe, adoptiva, em parceria com o marido. Mas as coincidências entre elas não se ficam por aqui... Ambas fingiram ser inocentes, ambas recorreram a ajuda das caras-metade para cometer o crime e ambas tentaram livrar-se dos corpos mas acabaram por ser apanhadas. Talvez por serem inexperientes, ingénuas, ou porque o destino assim o decidiu!

 

«Não comandamos o nosso destino e muito menos o compreendemos, mas o que é certo é que ele sabe o que faz e raramente deixa as coisas ao acaso...» “Gil Oliveira, 2018”

 

Quis o destino que estas duas mulheres fossem apanhadas e colocadas juntas no Estabelecimento Prisional de Tires. Isto porquê?! Não, não foi para congeminarem um plano para assassinar o presidente dos Estados Unidos. Não, não foi para aprenderem a fazer crochet juntas, foi sim para que mãe e filha pudessem finalmente se reencontrar!

 

MÃE E FILHA?!

 

Sim, caríssimo leitor, chegou à mesa de trabalho do Estapafúrdios do Quotidiano uma certidão de nascimento (tão válida e credível como os documentos assinados pelo Cristiano Ronaldo em 2009) onde consta que Rosa Grilo deu à luz, em 1995, uma menina de nome Diana Grilo e que a entregou à IURD para posteriormente ser adoptada.

 

Sabemos também que a estadia desta pobre menina na IURD foi bastante passageira. Talvez porque teve a sorte da Sra. D. Amélia Fialho ter decidido adoptá-la ou talvez porque durante o tempo em que a bebé esteve lá dois pastores apareceram mortos com uma roca enfiada nos olhos e um bispo "suicidou-se" com um biberon enfiado no ânus. Coincidência ou não o que é certo é que volvidos 23 anos Diana e Rosa voltaram a encontrar-se novamente.

O Estapafúrdios do Quotidiano como anda sempre um passo à frente do Correio da Manhã apressou-se a enviar alguém até Tires para tentar saber se estas mulheres já sabiam se eram a mãe e filha há muito separadas...

 

Investigador: Bom dia senhoras. Ou deverei dizer: Bom dia Mãe. Bom dia filha!

Diana: MÃE!? FILHA?! Olha lá... Eu não sei quem tu és, nem o que é que fazes aqui mas eu não tenho idade para ser tua mãe e muito menos sou tua filha...

Rosa: Filhinho... Meu filhinho... Estás aqui... Estás vivo?!

Investigador: Aããã?.... Hum?!... Peço desculpa, expressei-me mal.

Diana: Tó... expressaste, expressaste...Vê lá se eu não te expresso já um chino na barriga. Vá... Toca mas é a andar daqui para fora que eu não tenho mais nada para dizer à CMTV. Foram vocês que me tramaram...

Rosa: Não Diana, não vez que é o meu filho... O Zé Manel. Lembras-te?! Aquele que te disse que dei para adopção... Zé és tu?! Estás vivo... E eu que pensava que te tinha perdido para sempre.

Investigador: Calma... Calma... Vamos manter a calma. O meu nome não é Zé Manel, não trabalho para a CMTV e muito menos sou o seu filho D. Rosa. Eu vim até aqui porque sei de fonte segura que a Rosa e a Diana são mãe e filha.

Rosa: MÃE DESTA ASSASSINA?!

Diana: FILHA DESTA ASSASSINA?!

Investigador: Yep... Segundo descobrimos a Rosa em 1995 deu à luz uma criança que deu para adopção. E essa criança é você,

Diana. Muitos parabéns!

Diana: Parabéns?! Parabéns?! Mas você está a brincar comigo? Então eu ando aqui este tempo todo a fazer-me passar por amiga desta tipa, para ela me dizer onde escondeu a massa, para ficar com o dinheiro todo dela assim que sair e você agora quer-me dizer que não precisava de o fazer pois sou a herdeira legal se ela morrer?!

Rosa: Ei, ei, ei... Morrer?! Mas quem é que falou em morrer?! Eu não vou morrer tão cedo.

Diana: Não vais não... Claro que não.

Rosa: Mau... Mais respeito que sou tua mãe!

Diana: Ui... Começa bem... Já matei uma mãe sou bem capaz de matar outra.

Rosa: Ai sim... E se eu matei um marido sou bem capaz de matar uma filha, que aliás, nem sabia que estava viva.

Diana: Tó... Matas?! Matas?! Mas tu lá matas alguma coisa?! Se não fosse o teu amante a única coisa que tu matavas era pontos negros nas costas do teu marido.

Rosa: Ai sim... Então e tu? Se não fosse o Yurizinho ainda hoje andavas a ver bois na Moita. 

Diana: Tens razão... Foi o Yuri... Alias ele é que se chama Mata. Não eu. Eu sou Fialho. Aliás, eu sou Grilo... Eu...Eu...Eu...Eu gosto tanto de tiiii mãezinha.... «Snif, snif» Mãeee... mas porque é que me abandonaste?!

Rosa: Porque eras feia filha...

Diana: Mas mós somos parecidas mãe...

Rosa: Por isso mesmo... Já viste o mamarracho que eu me tornei, eu não queria que te acontecesse o mesmo... Desculpa minha filha. Já vi que o mal estava nos gentes. Perdoa-me

Diana: Estás perdoada mamã. Olha agora como mãe e filha queres fazer algo em conjunto comigo?!

Rosa: Sim filha, tudo! Temos uma vida pela frente. O que queres fazer primeiro?

Diana: Podemos começar por chinar este FDP que está aqui a olhar para nós e a tirar fotos, já me está a enervar...

Entrevistador: AAHHHHHH!! SOCORRO!!!! AJUDEMMMMM!... SOCORRO QUE EU MORRO!

mãeefilha

FIM!

 

Ronaldo Vs Kathryn Mayorga – A verdade por trás...da história!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 10.10.18

Viram o que eu fiz aqui? Ah! Ah! “...A verdade, por trás...” Perceberam? Ah! Ah! Não liguem... Isto é brincar com coisas sérias. O Estapafúrdios do Quotidiano decidiu não se pronunciar sobre o caso Ronaldo Vs Kathryn Mayorga uma vez que não tinha provas nem declarações que pudessem ajudar a desvendar este caso, mas isso mudou!

 

Soube-se agora que o ex-cunhado de Cristiano Ronaldo, José Pereira, estava presente no quarto do hotel naquela noite fatídica. O que para nós é algo excelente visto que José Pereira é um dos leitores, e amigo dos escritores, deste blog. Como tal decidimos ir falar com ele para tentar saber se afinal de contas Ronaldo é, ou não, culpado da violação de Kathryn.

 

Ora vejamos a transcrição da chamada entre Gil e o JP...

 

GIL: José, pá! Amigalhaço. Como é que isso vai?!

JP: Lamento, mas não vou dou entrevistas.

GIL: Não é nenhuma entrevista, pá! É o Gil. O teu amigalhaço do Estapafúrdios do Quotidiano. Como é que vai isso?

JP: AH! Desculpa mas não vai dar...

GIL: Mas não vai dar o quê, pá?! Eu só liguei para saber como é que tu tens passado? Se já estás arrependido de ter largado a gorda... Peço desculpa, a cantora Kátia Aveiro. Olha que ela agora está um 'ganda naco...' Era gajo para lhe ir ao pacote... E por falar em ir ao pacote, então é ou não verdade que o Ronaldo foi ao pacote à americana?

JP: Estás a ver?! Estás a ver... Eu sabia que o que tu querias era falar nisso. Lamento mas não vou dizer nada!

GIL: JP, pá... Tu conheces-me como a vaselina conhece um ânus. Não te escapa nada... E por falar em ânus? Ele foi ou não ao ânus da tipa? Hum? Vá... Conta lá.

JP: Epá só conto se prometeres que nunca mais me chateias com esta história e não publicas nada daquilo que te contar, ok?!

GIL: Prometo JP! Se for preciso até assino um daqueles acordos de confidencialidade como a Kathryn assinou...

JP: Ah! Ah! Engraçadinho... Bom, então é assim... Ai de ti que isto saia daqui... A rapariga estava lá na discoteca a fazer-se ao Cristiano. Mas ele não queria... Ela como viu que não estava a ter sucesso começou a dar-lhe bebidas grátis. Primeiro um 'Bijou', depois outro, a seguir um 'Screwdriver', e antes que ele terminasse a bebida já ela estava a pedir 'Sex on the beach', O Ronaldo já estava a ficar meio tocado e disse-lhe que ia para o quarto.

GIL: E foi aí que a convidou?!

JP: Convidou nada... Ele queria era ir tomar uma banho e dormir. Mas ela não... Assim que ele disse que ia para o quarto ela disse: “Ok, eu vou contigo, vou só levar aqui este 'Hanky-Panky' para bebermos depois do 'Pink Lady'.

GIL: Tudo dicas subliminares...

JP: Claro! Mas o Ronaldo, como é assim um bocado limitado, coitadinho, não percebeu. Ela sobe com ele, começa a beijá-lo e a agarrá-lo...

GIL: Então ela queria...

JP: Epá, cala-te!!! Queres que conte a história ou não?! Portanto, ela começa a dar-lhe uns amassos, e eu, mais uns amigos nossos, percebemos logo que aquilo ia dar molho. Como o Ronaldo parecia já não estar em perfeitas condições fomos com eles até ao quarto. Agarramos no Cris e fomos todos para o Jacuzzi, a ver se ele despertava.

GIL: Uiii... Estou a ver tudo...

JP: EPÁÁÁ CALA-TE!!! SE ESTÁS A VER TUDO NÃO PRECISAS QUE TE CONTE, NÃO É VERDADE, Ó SEU VISIONÁRIO DAS COISAS PASSADAS?! Agora és o Mestre Karamba, ou quê?! Bom... Onde é que eu ia, ah! Ela aparece, e diz assim para o Cristiano: “Ronaldo, jácu, i luv... Please cum in me”

GIL: Hum... De certeza que foi mesmo isso?!

JP: Epá, sei lá... Nós somos falamos mal inglês, tu sabes. Se não foi isso foi qualquer coisa assim parecida. Mas adiante. O Ronaldo levanta-se e vai atrás dela para o WC. Passado um bocado começamos a ouvir gemidos e a Americana a gritar: “ÉS TOP RONALDO! ÉS TOP! ÉS TOP!

GIL: Não seria STOP?!

JP: Não. Era mesmo ÉS TOP! Até porque à medida que ela gritava isso o Cris gritava “SOU TOP, SOU! Queres ver como sou TOP?! SIIIII!” E ela “NOOOO”, e ele “SIIIIIII”. “NOOOO”, “SIIII”, e pronto, andaram nisso por um bocado. Até que depois calaram-se e eu fui lá ver se estava tudo bem.

GIL: E foi aí que a Kathryn aproveitou para fugir?!

JP: Qual fugir...Ela saiu do WC e foi a correr meter-se dentro do jacuzzi. Mas depois saiu logo a seguir a queixar-se que estava muito quente e estava a magoar-lhe o rabo. Deve ter hemorródias, coitada.

GIL: Ah! Já percebi. Então afinal sempre houve sexo. Não sabes é se foi consensual ou não, é isso?!

JP: Sexo?! AH! AH! AH! Houve lá agora sexo... Ela foi lá só para limpar o ralo da banheira. É que o Cris tinha feito a depilação à tarde e aquilo estava uma nojeira que não se aguentava. Foi por isso que ele lhe pagou, pá! Senão porque raio é que ele havia de pagar á moça?! Ai, ai... És mesmo anjinho, tu, ó Gil.

GIL: AHHH! Está bem... Faz sentido. Obrigado José. E se vires a Kátia manda-lhe cumprimentos meus. Isso e o meu número de telemóvel. Adeusinho!

 

E pronto, meus amigos, mais uma vez o Estapafúrdios do Quotidiano desvendou toda a verdade sobre o caso Cristiano Ronaldo – Kathryn Mayorga.

Ronaldo

 

GIL

 

 

 

Pág. 3/3