Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estapafúrdios do Quotidiano

A Síria está livre do terror! (Ou quase...)

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 16.08.16

Olá, suas lagostas. Então, como vão esses valentes escaldões de Agosto? Têm doído muito depois de chegarem a casa e eliminarem essa quantidade absurda de sal do corpo, e depois deparem-se com a vossa imagem reflectida no espelho e exclamarem alto e em bom som "POOOOOORRAAAAA! QUE G'ANDA ESCALDÃO, PÁ"? Sim? Pois, temos pena, mas isso é um problema que é só vosso...

 

Bom, vamos para o estapafúrdio de hoje...

 

Os dias na Síria parecem que, aos poucos e poucos, vão encontrando o seu caminho da paz e sossego. Depois de vários anos controlada pelo Daesh, finalmente uma das cidades Sírias vê-se livre desses fanáticos capazes de assustar de medo o próprio susto, com os seus ataques bombistas e execuções de seres humanos das formas mais horríveis de se ver. A cidade de Manbij, situada na província de Aleppo, respira de alívio e os cidadãos saíram à rua para festejar a sua liberdade. O Estapafúrdios do Quotidiano decidiu enviar um enviado especial à Síria, para nos relatar na primeira pessoa de que forma os sírios festejam a saída do Daesh da cidade.

 


RIC: Olá, Zé Toino. Então, já sabemos que estás pelas ruas de Manbij. O que nos podes dizer sobre como estão as coisas por aí? Existem muitas pessoas na rua a festejar?

 

Zé: Olá, olá. Isto é a loucura aqui, RIC. Nem fazes ideia da confusão que vai para aqui!

 

RIC: Ai, sim? Então o que se passa?

 

Zé: São milhares, RIC. Andam pelas ruas a cantar e a dançar, parecem quase uma rave numa colónia de formigas. As pessoas andam de um lado para o outro que nem umas tontas. Nunca vi nada igual em toda a minha vida!

 

RIC: Ai é? Não me digas que isso parece uma espécie de festival BOOM, mas sem quantidades industriais de droga metido ao barulho?

 

Zé: É bem pior que isso! O que não falta aqui são drogas! Já vi crianças a fumarem valentes brocas! Mas não são umas brocas quaisquer, são mesmo king-size! É a loucura!

 

RIC: Eish... Isso está mesmo ao rubro!

 

Zé: Sim! Para teres uma ideia, os sírios estão a desfazer as barbas uns aos outros com catanas! Dizem que tinham de andar com a barba por fazer por causa do Daesh, e que sofriam horrores com as comichões que tinham por causa do calor que se faz sempre sentir aqui, mas que, após a saída do Daesh, finalmente já podem deixar de usar barba! E se tu soubesses as coisas que eles guardavam debaixo das barbas por causa do Daesh, ficavas maluco!

 

RIC: Que coisas?

 

Zé: Olha, estou aqui ao lado de um sírio que acabou de desfazer a sua barba com um x-acto, e à medida que a barba ia desaparecendo, foi surgindo várias coisas como por exemplo; uma fisga, um conjunto de facas de cozinha, 4 embalagens de preservativos e até um iPhone 6s.

 

RIC: Um iPhone? Ele tinha um iPhone escondido por debaixo da barba? Para quê?

 

Zé: Como o Daesh proibia todo esse tipo de coisas, eles tiveram de usar as barbas para esconder esses bens materiais. E aqui este sírio-ex-barbudo diz que usa o iPhone para jogar Pokémon Go. E que tinha de jogar às escondidas na rua, e nada melhor do que a barba para esconder o aparelho. Ele diz que agora já pode apanhar os pokémons que lhe faltam, mais concretamente o Dragonite e o Mewtwo — que, segundo ele, são os mais fortes do jogo.

 

RIC: Ah, 'tá giro. E mais? O que se passa mais por aí?

 

Zé: RIC, as sírias estão doidas! Estão a despir as burkas e a revelar verdadeiros segredos obscuros que por lá se escondiam!

 

RIC: Hum... Segredos obscuros? Como assim?

 

Zé: Olha, por exemplo, existe aqui uma mulher que está completamente nua e, após retirar a burka, descobriu-se que tem mais tatuagens no corpo todo do que a própria Ana Malhoa.

 

RIC: Tatuagens? Que tipo de tatuagens?

 

Zé: São várias e para todos os gostos! Ela tem uma no braço que diz "Síria 2016, Amor de Mãe". Ou outra na nádega direita com o símbolo da coelhinha da Playboy! Até encontrei aqui uma síria com a cara do Cristiano Ronaldo tatuado nas costas! E nem vais acreditar, mas até encontrei uma outra com uma tatuagem no braço com a cara da mãe do Ronaldo, a dona Dolores, a dizer "Dolores, a Mãe Exemplo". Isto há aqui de tudo.

 

RIC: Hum, ok. Então e depois de despirem as burkas, as mulheres são alguma coisinha de jeito ou nem por isso?

 

Zé: RIC, são verdadeiros monumentos! Algumas até têm buço, que escondiam por debaixo da burka!

 

RIC: Blarrghhh!

 

Zé: Bom, agora tenho de ir...

 

RIC: Sim, acho que já chega. Já relataste na perfeição a alegria que os habitantes de Manbij vivem neste momento! Já podes regressar a Portugal.

 

Zé: Regressar? Isso está fora de hipótese! Eu já não saio daqui!

 

RIC: Então?!

 

Zé: Só se eu fosse maluco é que ia desperdiçar a oportunidade de me envolver com uma mulher de sonho como é o caso destas sírias... Mulheres com buço, piercings, tatuagens e até com a depilação por fazer, sempre foram o meu tipo de mulher! Agora vou indo, que tenho aqui uma síria peluda, peituda e com mais de cem quilos de peso a fazer-me olhinhos... Adeus!

 

RIC: Ah... Ok, ok... Então adeusinho e tal... Vê lá se tens é cuidado não vá uma delas ter uma bomba escondida no...

 

"KAAAAABUUUUUUUMMMMMMMM!"

 

RIC: Tarde demais...

 

 

RIC

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.