Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Ajudem o RICKY!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 12.07.18

Olá amigos, quero desde já pedir desculpa a todos vós por termos desaparecido assim de repente sem dar cavaco a ninguém. Bom, quer dizer, nós até temos cavaco a uma ou duas pessoas mas como tínhamos poucos cavacos não dava para todos. E por isso pedimos desculpa...

 

Desculpas pedidas vamos ao assunto que me trouxe hoje aqui. Amigos, preciso da vossa ajuda para um assunto muito sério e delicado... Um assunto que nem devia estar a ser tratado neste blog, mas como só através do Estapafúrdios do Quotidiano (e respectiva página do Facebook) consigo alcançar tantas pessoas vi-me obrigado a fazê-lo...

 

Caríssimos, o meu/nosso querido amigo Ricardo Espada necessita urgentemente da vossa ajuda!

 

“E porquê?!” Perguntará o leitor super preocupado e ávido de respostas às suas inquietações inquietantes que o deixam inquietado.
“Será que ele anda metido na droga?”, “Será RIC um alcoólico?”, ou pior ainda “Estará o nosso amigo metido no maravilhoso terrível mundo da prostituição?” Não! Infelizmente para nós o problema dele é muito, muito pior...

 

Mas "first thing is first" deixem-me começar pelo inicio... Ricardo, um (assim não tanto) jovem rapaz começou, como muitas outras pessoas, metido no sushi. Claro que primeiro foi esporadicamente com amigos, depois uma vez por mês, mas de seguida já era uma vez por semana e, sem ele dar por isso, andava metido no sushi todos os dias...
Mas como todos aqueles que já comeram sushi bem sabem, arroz cozido e peixe cru sai mais caro que ir ao c.... à marisqueira. E o nosso amigo não tem assim tantas posses, como tal ele não conseguia sustentar o vício...

 

Começou por roubar a carteira da mulher, da mãe, da irmã, até da filha... E assim, como um peixe esfrega a barbatana, Ricardo começou a mendigar por sushi à porta dos restaurantes japoneses. Mas não chegava... Queria mais, mais, mais, muito mais!!! Só os restaurantes japoneses já não eram suficientes, ele queria mais! Foi para a porta dos restaurantes chineses. Sim, isso mesmo! Aqueles restaurantes manhosos que vendem sushi duvidoso, servidos como entradas junto de camarões fritos, bambu salteado e legumes mal cozidos... Que vergonha Ricardo! Ao que tu chegaste rapaz? Ao ponto de te recusarem os restos putrefactos de um restaurante chinês no Martim Moniz e teres de ir pedir peixe cru para a praça do peixe da baixa da banheira, ao domigo depois do almoço! Nãoooo! Nãããoooo!
Desculpem... Exaltei-me. Mas só de pensar em toda esta situação fico fora de mim tal qual um camarão deitado em cima de uma pilha de arroz.

 

Mas o problema é que isto não ficou por aqui... Ricardo na sua busca desesperada por peixe cru decidiu cometer uma loucura. Ric, ou Ricky para os amigos, decidiu fazer uma operação de mudança de espécie e é agora a nova atracão do Zoo de Lisboa. Por isso amigos, preciso da vossa ajuda, abram os cordões à bolsa, agarrem numa sardinha crua ou numa sargueta viva venham daí alimentar o Ricky ao Zoo de Lisboa!


(Será isto o regresso do Estapafúrdios do Quotidiano? ou será apenas uma forma diferente que eu arranjei para achincalhar o RIC? Será que o Ricardo irá responder-me à letra e chamar-me lontra ou manatim? Só há uma forma de descobrir... É manter-se por aí e seguir novamente o nosso blog do Estapafúrdios do Quotidiano e ver por si mesmo.) Até já....

ricky