Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estapafúrdios do Quotidiano

O Estapafúrdios do Quotidiano entrevista Tino de Rans!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 18.01.16

Agora que estamos na derradeira recta final das eleições presidenciais, o Estapafúrdios do Quotidiano decidiu abandonar o humor para o bem do país. Ou seja, decidimos que devíamos dar a nossa contribuição ao país, e que melhor forma de o fazer do que nos aliarmos às presidenciais? Portugal atravessa uma fase conturbada e todos nós devemos fazer algo para ajudar os Portugueses. Então, arregaçámos as mangas e decidimos ir ao encontro de alguns dos candidatos presidenciais para tentar saber o que, afinal, têm eles para propor aos portugueses para melhorar este pequeno, mas grandioso paraíso à beira-mar... que é a Península Ibérica... perdão, que é Portugal... Vitorino Silva — mais conhecido por “Tino de Rans” — foi o primeiro candidato a aceitar conceder-nos uma pequena entrevista. Ora vejamos quais são os planos do candidato Vitorino Silva para o futuro de Portugal.

 

E. Quotidiano: Ora boa tarde, shôr Tino de Rans! Perdão, podemos tratá-lo por Tino de Rans? Ou prefere Vitorino Silva?

 

Vitorino: Oh meus amigos, é como vós quiserdes. Se bem que é mais respeitoso para com os portugueses e, essencialmente, para com o país, que me tratem pelo meu nome e não pelo nome que uns certos e determinados energúmenos me apelidaram e que pegou de estaca, devido à aceitação por parte da comunicação social de que o nome Tino de Rans era um nome que...

 

E. Quotidiano: Pronto, pronto... Ficamos por Vitorino Silva!

 

Vitorino: Não, eu prefiro Tino de Rans.

 

E. Quotidiano: Ok, é como o shôr Tino de Rans quiser. Bom, primeiro que tudo queremos agradecer-lhe o facto de ter aceite facultar-nos esta entrevista. Ficámos muito sensibilizados por tal e...

 

Tino de Rans: Ora essa, meus amigos! Vós sois do povo!

 

E. Quotidiano: Ai somos...?

 

Tino de Rans: Mas é claro que sim! Este blogue não se chama Estapafúrdios do Quotidiano?

 

E. Quotidiano: Chama-se, sim senhor...

 

Tino de Rans: Então e vós ganhais alguma coisa com este blogue?

 

E. Quotidiano: Eh pá, nem por isso...

 

Tino de Rans: Então e quem é que leva uma vida inteira a esfolar-se a trabalhar, para depois não ganhar nada ou para ver os “tubarões” que estão no poleiro levar-lhes tudo nos impostos, não é o povo?

 

E. Quotidiano: Eh pá, diz que sim...

 

Tino de Rans: Então vós sois do povo!

 

E. Quotidiano: Ora pois somos!

 

Tino de Rans: VIVA O POVO!

 

E. Quotidiano: VIVA!

 

Tino de Rans: VIVA O ESTAPAFÚRDIOS DO QUOTIDIANO!

 

E. Quotidiano: VIVA!

 

Tino de Rans: VIVA O PÃO COM MANTEIGA!

 

E. Quotidiano: VI... Hum? Pão com manteiga?

 

Tino de Rans: Sim, se há coisa melhor que o povo, essa coisa é o “pão, pão, pão com manteiga... é tão bom, bom, bom!”...

 

E. Quotidiano: Ah, está bem... Bom, vamos a assuntos sérios. O que o levou a candidatar-se à Presidência da República?

 

Tino de Rans: Obviamente, o povo! Eu sou o candidato do povo! O povo é que me motivou a candidatar-me à Presidência da República. Porque já dizia o grande Zeca Afonso: “O povo é quem mais coordena!”

 

E. Quotidiano: “Ordena”...

 

Tino de Rans: Hã?!

 

E. Quotidiano: “O povo é quem mais ordena”, era o que o Zeca Afonso dizia... Mas adiante: qual é, para si, a maior riqueza de Portugal e o que pensa fazer para melhorar o país?

 

Tino de Rans: A calçada! A Calçada Portuguesa é a maior riqueza do país! E eu vou fazer com que o país volte a dar importância ao que de melhor se faz por cá, ou seja, aos grandes calceteiros que o país tem, e que são os melhores não só da Península Ibérica, mas sim do mundo inteiro!

 

E. Quotidiano: A Calçada Portuguesa...?

 

Tino de Rans: Sim! Vós estais a menosprezar os grandes benefícios da Calçada Portuguesa! Ficais a saber que a Calçada Portuguesa é do melhor que há para curar doenças! A Calçada Portuguesa é do melhor que há para alegrar as pessoas, neste caso, o POVO! VIVA O POVO!

 

E. Quotidiano: Viva, viva... Então e como pensa valorizar essa grande riqueza do país, que é a Calçada Portuguesa?

 

Tino de Rans: Muito simples, meus caros amigos. Eu, se for eleito Presidente da República, vou calcetar Portugal inteiro! Primeiro começo pelos jardins. Tudo o que for relva passa a ser calçada! Depois passo para os campos de futebol, que em vez de relva irão passar a ter pedras da calçada. Vão ser criadas disciplinas sobre a Calçada Portuguesa nas escolas para que os petizes possam aprender desde pequenitos como se deve calcetar uma rua, assim como a importância que tem para o país, essa enorme riqueza que é a Calçada Portuguesa!

 

E. Quotidiano: Mas... será impressão nossa, ou o shôr Tino de Rans quer calcetar o país inteiro?

 

Tino de Rans: Tratem-me por Vitorino Silva, olhem o respeito se faz favor, que eu sou um candidato à Presidência da República. Sim, eu vou calcetar o país inteiro! Tudo em prol do povo, que irá andar muito mais feliz por viver num país que dá valor àquilo que tem de melhor, ou seja, a Calçada Portuguesa. Porque eu, melhor do que ninguém, sei bem o que é trabalhar de gatas o dia inteiro e pôr Betadine nos joelhos ao final do dia, e sei bem a alegria que isso transmite às pessoas que me rodeiam, porque elas estão sempre a rir de mim. Perdão, para mim...

 

E. Quotidiano: Ah... Pode dizer-se então que o shôr Vitorino Silva é o Fred Flintstone do século XXI?

 

Tino de Rans: Tratem-me por Tino de Rans, por favor... Estamos entre amigos. Sim, eu se for eleito, quero que me tratem por “Tino Flintstone, o Calceteiro Presidencial”!

 

E. Quotidiano: Ah, está bom... Pronto, então muito obrigado por esta entrevista e boa sorte para dia 24!

 

Tino de Rans: Esperem... Então e o combinado?

 

E. Quotidiano: Qual combinado? Ah, aquele de que o Tino de Rans podia calcetar alguma coisa do Estapafúrdios do Quotidiano em troca desta entrevista? Então mas nós somos um blogue... Não há nada para calcetar aqui...

 

Tino de Rans: Quem decide isso sou eu! A vossa sorte é que eu ando sempre munido de um martelo de calceteiro e uma ou duas pedras da calçada. Ora deixem cá... Hum... Ora um pouco para aqui... e outro para ali...

 

E. Quotidiano: Ei! O que pensa que está a fazer! Isso são os nossos pés! Ei! Isso dói! PORRA QUE ISSO DÓI QUE SE FARTA!

 

Tino de Rans: Vós fazeis uma bela dupla, e assim com os pés calcetados um ao outro pode-se ter a certeza de que nunca se vão separar... VIVA O ESTAPAFÚRDIOS DO QUOTIDIANO!

 

E. Quotidiano: Ai, VIVA! Ai, ai, VIVA!

 

Tino de Rans: VIVA O POVO!

 

E. Quotidiano: Ai...VIVA!

 

Tino de Rans: VIVA O PÃO COM MANTEIGA!

 

E. Quotidiano: VI... Pá, vai à merda!

 

s320x240 

 

Esta foi a entrevista possível com o calceteiro mais famoso de Portugal. Amanhã se não chover, teremos a entrevista com a candidata presidencial Marisa Matias...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.