Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estapafúrdios do Quotidiano

O Estapafúrdios do Quotidiano foi jantar ao "Made In Correeiros" – PART 2

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 16.08.17

 Continuação...

 

GIL: Eh pá, mas que belos hambúrgueres! Que maravilha! Estava capaz de pedir mais qualquer coisinha só para acomodar um pouco melhor o estômago...

 

RIC: Ó meu pelintra! Tu não te atrevas!

 

GIL: Não me atrevo a quê? A desperdiçar este belo hambúrguer não é? Tens toda a razão, isto é bom demais para se desperdiçar. Mas... tu não comes?

 

RIC: Eu já nem tenho apetite! E tu também não vais ter daqui a pouco quando chegar a conta...

 

GIL: A conta? Oh, isso não conta para nada. Estamos aqui para nos divertirmos e relembrar bons e velhos tempos. Eh pá, estais recordado daquele dia em que... Espera, deixa-me pedir mais umas cervejas antes que fiquemos embaçados com os hambúrgueres. Ó fáchavôr, eram duas canecas, que a malta está cheia de sede...

 

EMPREGADO: Sim senhor. É para já.

 

RIC: Não! Pára com isso!

 

GIL: Oh, estás armado em menino agora? O que foi, a esposa não te deixa beber, é? Se chegares a casa bêbado vais dormir para o sofá? Deixa-te de mariquices, pá!

 

RIC: Tu é que vais dormir não para um sofá, mas sim para a cama de um hospital se não páras com esta história!

 

GIL: Pá, também escusas de ficar agressivo... O que queres dizer com isso do hospital? (Sussurrando:) Achas que eles aqui servem comida estragada? É que até agora não dei conta de nada. Está tudo óptimo. Olha, não vais comer esse hambúrguer?

 

RIC: Não... Já te disse que não tenho apetite!

 

GIL: Oh... Tudo bem, não tem problema. Eu trato desse hambúrguer depois de acabar o meu.

 

RIC: Pá, não achas que já chega?!

 

GIL: Não. Por acaso já comemos sobremesa?

 

RIC: Uma bela sobremesa vais ter tu quando chegar a conta do restaurante...

 

GIL: Por falar em contas, relembra-me que... Eh pá, RIC, isto anda mesmo mal... Nunca na minha vida estive assim, pá.

 

RIC: Não sabia que isso andava assim tão mal. Mas são coisas da vida. Vamos andando?

 

GIL: Sim, vamos...

 

RIC: Então pede a conta...

 

GIL: Eh pá, pede lá tu que estou só a acabar de beber a cerveja...

 

RIC: Tu saíste-me cá uma bela encomenda... Psst, empregado? Era a continha, se faz favor...

 

GIL: Achas que dá para comer ainda sobremesa?

 

RIC: TU COMES MAS É UM SOPAPO NESSAS FUÇAS!

 

GIL: Porra, RIC... Isto anda tão mal, ando tão em baixo, e tu ainda me tratas assim...

 

EMPREGADO: Ora aqui está a continha...

 

RIC: Obrigado. Dê aí ao meu amigo. Ele trata disso.

 

GIL: Nã, pá. Eu tenho de ir à casa-de-banho. Dê aí a conta ao meu amigalhaço RIC. Ele toma conta da ocorrência.

 

RIC: Meu grandessíssimo... Estão aqui 500 euros em comida!

 

GIL: 500 euros? PORRA! Eu não te disse que era melhor não abusares tanto a pedir? Umas sandes mistas e duas ou três cervejas a cada um e a malta fazia a festa. Mas não, tinhas logo de te armar em chico-esperto!

 

RIC: Tu levas é um tabefe!

 

GIL: Anda cá dar se és homem!

 

Nisto, RIC e GIL embrulham-se à batatada um com o outro. Os empregados, numa tentativa de tentar acalmar os ânimos, acabaram por se envolver em confrontos com outros clientes que estavam desesperados por terem uma conta enorme para liquidar. Não demoraram segundos para que uma autêntica batalha campal se instalasse no "Made In Correeiros". Os Bombeiros e a Polícia foram chamados ao local. Várias detenções foram feitas, com os estragos no restaurante a chegarem aos milhares de euros. Um bombeiro foi para o hospital com queimaduras muito graves numa nádega, após se encostar a uma placa de forno que estava ligada com a temperatura no máximo. Três polícias precisaram de receber assistência médica depois de serem agredidos por vários clientes munidos com lagostas, camarão tigre e queijos da serra. E não havia já sinal do RIC e do GIL... Ah, e a CMTV foi a primeira a chegar ao local...

 

RIC: Isto foi de génio!

 

GIL: Podes crer! Ah, Ah!

 

RIC: Só tive pena de uma coisa.

 

GIL: Do quê?

 

RIC: É que estava tão assustado com a conta, que acabei por não comer nada do que pedimos...

 

GIL: Oh, não faz mal... Amanhã voltamos lá.

 

RIC: Ok! Então e qual é o filme que inventamos para amanhã não pagarmos a conta?

 

GIL: Não sei. Deixa-me pensar nisso enquanto faço a digestão... Por falar nisso, sabes que isto anda mesmo mal... Não me pagaram ainda e estou cheio de dívidas... Não me queres pagar uma cervejinha, não?

 

RIC: GIL, vai à merda!

 

GIL: Não pá, prefiro ir antes ao "Made In Correeiros"!

 

RIC/GIL: MUAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

 

image

 

RIC

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.