Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Papa Chico em Portugal - PARTE I

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 09.05.17

 

Avé Maria cheia de graça
O Senhor é convosco,
Bendita sois Vós entre as mulheres,
E bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós pecadores,
Agora e na hora da nossa morte.

 

Agora que já consegui captar a sua atenção gostaria de lhe colocar apenas algumas questões:

O leitor é católico? Sim?! De certeza...? Ou está só a dizer que sim para ver se o seu patrão lhe dá tolerância de ponto, para ir para a praia com a desculpa de ir a Fátima, na 6ª feira? Ai é mesmo católico?! Pois bem... Então vamos lá testar essa sua “catolicidade” toda... (Por favor atente nos seguintes pontos e responda-me com a maior sinceridade possível, obrigado e Deus o abençoe.)

 

1º “Avé Maria cheia de graça”. A que “graça” é que o autor se refere?! Será que Maria tinha muita piada ou seria ela uma tipa toda boazona? Seja qual for a resposta não me parece lá muito respeitoso para a figura em questão, não acha?

 

2º “O Senhor é convosco”. Mas qual senhor? O SENHOR TODO PODEROSO, ou o Senhor, tipo, o Sr. do Supermercado, ou o Sr. seu marido? E já agora, não deveria ser “...está convosco”? Realmente nós gostamos de nos queixar deste "novo" acordo ortográfico mas esquecemo-nos que se não fossem os "novos" acordos ortográficos ainda escreviamos mal à brava. Com "ph" e "u's" em vez de "v's", e a colocar "h" antes das palavras. Conseguimos acreditar piamente nesta história do Jesus de Nazaré filho da Maria Imaculada e assim, mas falam-nos de um novo acordo ortográfico e ficamos logo todos cépticos. (Sim também eu sou um céptico, daqueles que escreve "p" antes do "t" e tudo, mas eu sou céptico acerca desta história de Jesus também, por isso não sirvo lá de exemplo.).

 

3º “Bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus”. Esta parte eu até consigo entender. O autor desta oração indica que Maria é uma mulher abençoada por trazer na barriga Jesus. Até aí não há problema mas digam lá, sinceramente, não acham que seria importante de referir o bendito do José? Ao fim ao cabo o tipo disponibilizou-se a apadrinhar o filho de outro e nem sequer o nome do puto pôde escolher? Pois... Do José ninguém fala... Acho mal!

 

4º “Santa Maria, Mãe de Deus”. Pronto, já baralhou isto tudo. Então mas Maria não era a mãe de Jesus, filho de Deus?! Como é que Maria é mãe de Deus?! Ou será que ela engravidou do próprio filho e deu à luz um neto?! Hum...? Vá srs. Católicos, descalcem lá esta bota agora... Pensavam que era só folgar na 6ª feira e não tinham de dar explicações?!

 

5º e último: “Rogai por nós pecadores, Agora e na hora da nossa morte.” No seguimento do ponto anterior permitam-me perguntar: Que moral é que uma pessoa que engravidou do próprio filho tem para orar por mim? Será que eu sou mais pecador que ela?! Pois, não me parece...

 

E por hoje ficamos por aqui. Agora oense bem nisto Sr. leitor. Amanhã voltarei para desvendar um pouco mais sobre as verdadeiras razões da vinda do “Papa Chico” a Portugal. Sim, porque se acha que é por causa das celebrações do centenário das aparições desengane-se. A verdade é bem mais interessante... Até amanhã.

papa chico

 

GIL