Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Isto realmente há com cada coisa do arco da velha...

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 12.10.17

Isto realmente há com cada coisa do arco da velha... (sempre me questionei sobre a origem desta expressão: “Arco da velha...” Afinal de contas o que é um arco da velha? Será um arco junto da casa de uma velha? Será o arco que as costas de uma velha fazem - tal qual corcunda de Notre Dame? O arco que ela usa para atirar flechas aos putos que brincam na rua? Ou um arco que ela usa para fazer hula hoop nos tempos livres? Seja qual for o motivo parece-me estúpido! Engraçado... Mas ainda assim, estúpido!) mas... voltando ao assunto...

O Estapafúrdios do Quotidiano teve acesso a uma informação, que nos informou, (DAHHH! Se não informasse não era uma informação, não é verdade?!) que uma mulher brasileira foi condenada, pelo tribunal, a partilhar a herança deixada pelo seu falecido marido, com a amante do mesmo!

Ah, pois é... Já não bastava a pobre coitada andar a partilhar o seu mais que tudo, há já 17 anos, ainda teve de partilhar toda a fortuna que ele lhe deixou. Fortuna essa que ascendia a três milhões de reais. Segundo o entendimento do Juiz a amante não sabia que o defunto era casado e, como tal, não poderia ficar privada de receber a sua parte da herança.

Sim senhor! Isto é que é um Juiz! O Estapafúrdios do Quotidiano quer que saiba que estamos consigo! Se a mulher andou 17 anos a aturar o velho então agora o mínimo que tem direito é receber parte do guito! Aliás, vamos mais longe ainda... A esposa é que não devia receber nem um chavo (ou um real, neste caso)!!

Então a senhora, esposa há já 48 anos, deixa que o marido tenha um caso durante 17 anos e nunca reparou? Ou será que reparou mas não se importava porque assim escusava de dar a assistência necessária ao pobre coitado? Será que lhe sabia bem não ter de "dar o corpo ao manifesto" todas as noites e, por isso, não se importava que ele fosse “ao café” dia sim, dia não e voltasse a cheirar a... coise?!

Pois... Olhe, muito bem feito minha senhora. Se antigamente partilhava a pilinha agora partilha o pilim! (Olha que belo slogan que eu para aqui arranjei..) E para a próxima chegue-se à frente e não deixe o seu homem procurar fora de casa aquilo que você prometeu dar diante de Deus!

Calma, calma leitoras enraivecidas, não se ponham já a agarrar paus e pedras, prontas para me virem espancar, eu estou apenas a ir de encontro das palavras da famosa actriz Deborah Secco. É que se não sabe, ela aconselhou a todas as suas fãs a fazer sexo com os maridos mesmo que não tenham vontade. Pois segundo ela, e passo a citar: "Se não fazes sexo com o teu homem, outra pessoa vai fazer". E se uma senhora, com um tremendo bom aspecto daqueles, dá um conselho destes é porque ela lá sabe do que está a falar, quem somos nós para a contrariar!

"EH! EH! Isto realmente há com cada coisas do arco da velha... "

DEBORAH.jpg

GIL