Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

Because I'm happy! So happy!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 30.09.14

Olá, meus amigos. Como está a vossa disponibilidade para um estapafúrdio alegre e cheio da contente? Alinham? Boa! Pois muito bem, então vamos lá a isso.

 

Surgiu recentemente nos confins da internet, uma fotografia de um preso que, ao ser fotografado pelos polícias após a sua detenção — por ter assaltado um banco em Denver, USA — mostra-se super feliz e cheio da contente, por ter sido detido. Ora, normalmente, quando um assaltante/criminoso/ladrão/whatever é apanhado e preso, nunca fica muito contente com isso. Mas este senhor não. Este senhor irradiava alegria por ter sido apanhado. E foi isso que nos despertou um pouco de curiosidade sobre este caso específico. E, por mera coincidência (ou não!), na altura em que este senhor foi preso e colocado nos calabouços lá da esquadra do sítio, um dos nossos investigadores também se encontrava por lá, detido.

 

(Diz que foi detido por urinar contra o vento, em público. E agora quer que nos paguemos a fiança... Era o pagavas! Quem o manda mijar contra o vento? E ainda por cima em público?...)

 

Ele falou com este super mega hiper feliz/contente senhor, e enviou-nos a conversa por email, numa tentativa de nos convencer a pagar-lhe a fiança. Mas nós não o vamos fazer... Muahahahahahahahahah!!!

 

Aqui fica o email...

 

De: Jonhy Mãozinhas

Para: Estapafúrdios do Quotidiano

Assunto: Conversa com Mark Happy-One/ Pedido para que paguem a minha fiança.

 

Olá, patrões. Como sabem, estou detido aqui em Denver. Estou ansiosamente à espera que vocês paguem a fiança, para eu poder sair daqui e prosseguir investigando aqui e ali pelos EUA. Por favor, peco-vos, não se esqueçam de mim... Na cela onde estou, isto é demasiado medonho. E as pessoas fazem chichi por todo o lado... Eu não faço. Porque aqui não há vento, e fazer chichi só por fazer não tem piada nenhuma... Bom, envio-vos uma conversa que tive com um preso que chegou há três dias, e que é particularmente estranho. Só para verem o quão bom investigador sou e que deviam o quanto antes pagar-me a fiança...

 

Mãozinhas: Ei! Tudo bem? Como te chamas?

 

Mark: Quem! Eh Eh! Eu?

 

Mãozinhas: Sim, tu..

 

Mark: Eh Eh! Eu? Eu chamo-me Mark Happy-One, e sou a pessoa mais feliz do mundo! Eh Eh!

 

Mãozinhas: Ah... Ok. Então e conta lá: o que fizeste para vires parar aqui?

 

Mark: Assaltei um banco! Eh Eh!

 

Mãozinhas: Eish! E foste apanhado?

 

Mark: Claro. Lol. Eh Eh! Senão não estava aqui. Lol. Eh Eh!

 

Mãozinhas: Pois. Enfim, e agora? Tens advogado? Tens direito a sair com fiança?

 

Mark: Eh Eh! Ya, tenho direito a fiança. Mas eu não quero sair. Eh Eh! Isto aqui é mesmo fixe. Eh Eh!

 

Mãozinhas: Fixe? Tu estás preso, pá! Isto é tudo menos fixe! Repito: TU ESTÁS PRESO!

 

Mark: Ya, mesmo fixe. Eh Eh!

 

Mãozinhas: Mas como é que estar preso pode ser fixe. E como podes estar tão contente por estares aqui? Eu só quero é fugir daqui, e tu todo contente por aqui estar!

 

Mark: Estás mesmo a ler, pá! Eh Eh! Isto é do melhor que há! Do melhor! Yeahhhhh! Eh Eh!

 

Mãozinhas: Do melhor? Dá-me bons motivos para estares feliz por aqui estar. Só assim é que acredito que essa felicidade é mesmo genuína...

 

Mark: Pá, primeiro pela comida à borlix. Eh Eh! Depois, tenho roupa lavada e uma cama para dormir. Eh! Eh! E, por último, o que me faz mais feliz: o sexo à descrição. Oh, yeahhh! Eh Eh!

 

Mãozinhas: Sexo à descrição? Olha, eu estou aqui há 2 semanas e ainda não vi ninguém a fazer sexo.

 

Mark: Eh Eh! Não viste, mas vais passar a ver e é já! Vira para cá esse rabiosque lindo, doçura! Hoje vou levar-te até à lua, que até vais dormir que nem um bebé! Eh Eh! Anda cá coisa linda... Ai, estou tão, mas tão feliz! Weeeeeeeee! Yeahhhhhhh! Um rabiosque noviço a estrear! It's my lucky day!

 

Mãozinhas: Oh não! Oh não! Oh não! Patrões, por favor... TIREM-ME DAQUI! JÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!

 

 

(Mark Happy-One)

 

 

RIC

O Jumbo está Happy!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 27.05.14

Ora viva! Pronto para mais um fantástico estapafúrdio?! Que remédio, não é?! Não tem nada melhor para fazer e, por isso, decidiu vir até aqui a este nosso pequeno/grande espaço cheio de histórias estapafúrdias... Ora então, deixe-me que lhe diga, que fez você muito bem! O Estapafúrdios do Quotidiano existe é para isso mesmo: para o ajudar a passar melhor o dia!

Não sei se o leitor já reparou, mas a música "Happy" - do Pharrel Williams - tornou-se viral. Centenas e centenas de pessoas já decidiram recriar a sua própria versão do videoclip desta música. Agora a pergunta que se coloca, é: será que esta nova moda é do agrado do Pharrel?! Acho que o melhor mesmo é irmos perguntar-lhe...

 

GIL: Sr. Pharrel tudo bem?

Pharrel: Because i'm happy...

 

GIL: AH! Muito bem... Vejo que estás bem disposto. Isso é que é preciso. Haja alegria...

 

Pharrel: Who are you?

GIL: Pff... Vá não finjas que não sabes falar português, porque eu sei perfeitamente que tu tens familiares ali para os lados da Buraca.

 

Pharrel: Damm...

 

GIL: Pois, isso mesmo. É na Dam...aia! Viste como sabes... Ora então diz-me lá: estás feliz pelo facto da tua música - Happy - estar a ter tanto sucesso? Hum...? Sei que até já foste ao programa da Oprah e tudo. Tal não tem sido a maluquice em torno dessa música... Categoria, pá!

 

Pharrel: Yess... É verdade. A Oprah convidou-me para ir lá falar sobre o meu novo disco. Foi maravilhoso! Adorei! Bom... Quer dizer, nem tudo...


GIL: Pois, acredito que tenha sido maravilhoso...até ao momento em que te puseste a chorar, que nem uma menina de 10 anos! Tu és um nigga, pá! Tu não podes andar por aí a chorar que nem uma pita que acabou de receber um brinquedo novo! Olha a tua reputação, pá! Lá porque foste à Oprah e ela te fez uma surpresa, também não era razão para tal choradeira...

 

Pharrel: Surpresa? Qual surpresa? Achas que eu chorei por causa daquela porcaria de vídeo que ela fez para mim? Fica sabendo que eu detestei aquilo! Eu chorei mas foi porque o raio da gorda me pisou o dedo mindinho do pé, quando eu me estava a levantar para me vir embora...

 

GIL: Hum?! Não percebi... Então quer dizer que tu não gostaste de ver o vídeo com as pessoas, de todo o mundo, a dançarem ao som da tua música?

 

Pharrel: EU DETESTEI! Quer dizer, um tipo faz um vídeo todo catita e vem gente, sabe-se lá de onde, só para o estragar. É um ultrage... Quando a Oprah me mostrou aquilo, o meu primeiro instinto foi levantar-me e pôr-me a andar dali para fora. Só que o raio da badocha saltou para cima do meu pé e disse-me: "Ó, MEIA LECA! TU FICAS AQUI, VÊS ISTO ATÉ AO FIM E AINDA FINGES QUE GOSTASTE, OK?!" E pronto... Diz que é díficil de resistir a 140kg de pura simpatia africana...

 

GIL: Epá, nunca pensei... Isso é terrível.


Pharrel: E mais terrível ainda é a quantidade de gente que, diariamente, me manda vídeos a imitar-me! Isto devia ser proibido, pá! Será que as pessoas não podiam ter ficado apenas pelas imitações do "Harlem Shake" ou do "Gangnam Style"? Porque raio é tiveram todos de decidir dançar o "Happy"!? Não é suposto estarmos em crise? Está tudo tão Happy porquê? Ham?! Alguém me explica? Isto não há condições... Eu vou fazer queixa à Sociedade Protectora de Autores...

 

GIL: Epá, ó Pharrel, também não é preciso levares as coisas assim tão a peito. A malta imita porque gostou. Devias era ficar happy... "Because you're happy, na, na, na... nana... nanamm... coiso e tal e coiso e tal... Because i'm happy..."

 

Pharrel: PÁRA! PÁRA! PÁRA! Juro que se parares de cantar eu não faço queixa de ninguém! 

GIL: Fogo... Também não canto assim tão mal, irra! E já agora, ó Pharrel. diz-me lá uma coisa: quer dizer que tu nunca choras-te a ver um remake do teu videoclip, pois não?


Pharrel: Nop! 

GIL: E se eu te dissesse que tenho um vídeo, capaz de te fazer vir as lágrimas aos olhos...

 

Pharrel: Eu dizia que queria ver isso!


GIL: OK! You asked for it...

 

 

Pharrel: NÃÃÃÃOOOO! PÁRAAA! Preferia mil vezes que a gorda da Oprah se sentasse ao meu colo do que ver isto. Nããããooo! É tortura a mais...

 

GIL: AH! AH! Parece que afinal já não estás assim tão happy, não é... HUAAHAHA!!

GIL