Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estapafúrdios do Quotidiano

A birra de Madonna em Portugal...

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 02.04.19

Como é certo e sabido pela maioria da população portuguesa, Madonna está a morar em Portugal. Assim que se soube que a Rainha da Pop ia passar a ter residência oficial no nosso país que se gerou uma espécie de orgulho nacional pelo facto de ela ter escolhido este país para habitar. Passados uns tempos, e já algumas notícias demonstravam que, Madonna, depois de fazer vários elogios a Portugal, afinal não estaria lá muito contente com certas situações no nosso país. A mais recente "birra" de sua excelência, a Rainha da Pop, envolve a tentativa de colocar um cavalo dentro de um palacete em Sintra, para a gravação de um videoclip. Tentativa essa que foi negada pelo presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta. Para tentar perceber o que, de facto, se terá passado ao certo, fomos falar com o presidente da Câmara...


RIC: Boa tarde, shôr Presidente... Gostaria de saber se...

 

Basílio: Nem pensar! É que nem pensar! Já disse que não! Não há mais conversa! É a Madonna, mas até podia ser o Papa. Não deixo. Nunca o irei permitir enquanto for vivo!

 

RIC: Hum? Mas são só umas perguntinhas sem maldade nenhuma e nem vou tomar muito do seu tempo...

 

Basílio: Pois, isso foi o que o agente dela disse e perdi meio dia de trabalho com ele! Não! Já disse que não! Não há cavalo nenhum dentro de palacete nenhum de Sintra!

 

RIC: Desculpe, mas se calhar existe aqui algum equivoco. Eu não tenho nada a ver com a Madonna, agentes ou cavalos. Eu sou co-autor do blog Estapafúrdios do Quotidiano. Só queria fazer umas perguntas na tentativa de saber ao certo o que pretendia a Madonna fazer com um cavalo dentro de um palacete de Sintra. E por que raio você não o permitiu...

 

Basílio: Ah, caramba. Por que raio não disse logo isso?!

 

RIC: Porque você não me deixou... Bom, mas adiante, então o que se passou realmente?

 

Basílio: O que se passou é que a menina Madonna queria colocar um cavalo dentro de um palacete. E eu não permiti. Nunca iria dar autorização para tal coisa!

 

RIC: Oh... mas era apenas um cavalinho. Nada demais...

 

Basílio: Até podia ser um pónei. Não. O piso do rés-do-chão do palacete assenta sobre uma estrutura de vigas de madeira, sendo a caixa-de-ar ventilada, por isso um piso não estabilizado estruturalmente, o que impede a utilização de actividades que provoquem vibrações.

 

RIC: Vibrações... Então mas o que ela ia fazer com o cavalo, afinal?

 

Basílio: Oh pelo amor de Deus. Tenho de lhe explicar tudo? Trata-se da Madonna! Não está tudo dito?

 

RIC: É apenas uma artista...

 

Basílio: Não. Trata-se apenas de uma menina mimada! E eu tratei do assunto exactamente como se de uma menina mimada se tratasse!

 

RIC: Ai sim? Dizendo simplesmente que não?

 

Basílio: Exacto. Ela fez um escabeche! Tal e qual uma menina mimada. Assim que lhe disse que não, fez beicinho. Depois, de seguida, atirou-se para o chão a chorar e a rebolar. Mas essas chantagens não resultam comigo. Mas mesmo assim ela não desistiu. Pediu-me um chupa. Como eu já estava atravessado com ela, disse-lhe que não uma vez mais. Atirou-se novamente para o chão, disse que me odiava e que nunca mais iria olhar para a minha cara. E ainda disse que se eu não lhe desse o que ela queria, que se ia suicidar e que a culpa ia ser toda minha pelo facto do bom nome de Portugal ficar manchado pelo suicídio da Rainha da Pop!

 

RIC: Eish! E o que fez perante tal ameaça?

 

Basílio: Simples. Reagi da mesma forma que se reage perante uma menina mimada que só faz birras. Pus-a de castigo no quarto dela, sem playstation e não pode sair com as amigas à noite durante um mês! Vamos ver se ela não vai aprender... Cavalos num palacete... Pfff... Artistas!

Captura de ecrã 2019-04-02, às 15.11.44.png

RIC

O futuro cozinheiro da Madonna sou eu!

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 26.10.18

 

Para quem não sabe a Super Star Madonna, agora residente em Portugal e amiga do peito do Toy, está à procura de um cheff privado disposto a atender todos os seus pedidos mais excêntricos e os requisitos para conseguir este emprego são simples: 

 

  • estar disposto a trabalhar para ela em várias cidades (Lisboa, Londres e Nova Iorque);

  • saber cozinhar a dieta kosher, com base nas regras da comunidade judaica;

  • saber confeccionar comida italiana, asiática e europeia.

  • Disponibilidade imediata (e quase total)

 

Em contrapartida a Rainha da Pop oferece um ordenado entre os 96 e os 124mil euros por ano (dependendo dos quilos que os filhos dela engordem).

 

Ora bem, sabendo nós deste emprego e sendo o Gil um excelente cozinheiro como  é, ele não podia deixar passar esta oportunidade em vão, vai daí decidiu candidatar-se e foi chamado para um entrevista. Curioso? Fique para ler...

 

Gil: Bom dia, ó Mandona!

Madonna: I beg my pardon?!

Gil: Pardon nunca fiz mas vejo no Google como é e de certeza que consigo fazer.

Madonna: Do you speak English?

Gil: Falo. Mas não vou falar. Já estás em Portugal há tempo suficiente para falares português. Os chineses e os ucranianos chegam cá e passado uma semana já falam portanto tu que és aí uma tipa toda cheia de estudos tens de falar português também. Como costumamos dizer em Portugal: "Desemerda-te!"

Madonna: Wowww... Gosto! Um man frontal.

Gil: É isso mesmo. Comigo é tudo assim. Venho aqui porque ouvi dizer que estás à procura de um cozinheiro, não é verdade?! Pois bem. Sou eu!

Madonna: Is that so...

Gil: Mauuu... Português, ó velha!

Madonna: I like... Ups, perdão! Gosto disso. Diz-me o que sabes fazer? Cozinhas de acordo com os ideais judaicos? Usas apenas carne de animais saudáveis e mortos de acordo com os princípios judaicos? Não usas produtos com gordura animal? E os ovos? Partes para dentro de copos?

Gil: Ó mulher... Eu parto os ovos para dentro do que tu quiseres. Por 10mil € por mês até os parto com a cabeça, agora, animais saudáveis? Mortos “à lá judeu”? Não usar gordura animal?! AH! AH! AH! Desculpa mas aí não te safas... Queres paneleirices dessas vai lá para Jerusalém ou para o raio que parta. Agora aqui comes bucho e febras fritas em banha de porco! E queres animais saudáveis? Em Portugal?! AH! AH! AH! Cheira-me que andaste a ver muitas vezes aquele anúncio da vaca Feliz, da Terra Nostra.

Madonna: How... Mas isso é terrible. Eu recuso a dar carne envolta em sofrimento aos meus filhos...

Gil: Ai sim? Querias carninha feliz, era?! Sim porque as vacas quando sabem que vão ser mortas se souberem que vão servir de bifes para a Madonna ficam logo todas animadas, não é verdade?! Pois... E os porcos então até pedem para ser autografados antes de serem desmanchados para bifanas. Pelo amor da Santa...

Madonna: Mas eu sei que há animais felizes. Que viveram felizes e tiveram mortes felizes antes de serem comidos. É essa a carne que eu quero.

Gil: Opá mas tu acreditas mesmo nisso?! Até a outra vaca que o Ronaldo comeu parecia estar feliz até ser “traçada” mas depois, afinal, veio-se a descobrir e estava muito desgostosa, coitadinha...

Madonna: Well... E comida Italiana sabes fazer? E asiática?

Gil: Italiana faço que é um espectáculo. Pizzas, massas, lasanhas é comigo. Tenho uma receita de 'Pasta Redon' que é de comer e chorar por mais... Cozo um esparguete, abro o frigorífico e vejo o que tenho lá para dentro. É fiambre, cogumelos, milho, salsichas, courgettes, ovo. O que for... Jogo tudo para uma frigideira, salteio com cebola e alho, meto um bocado de vinho (que é para disfarçar o sabor a azedo que as coisas às vezes têm), junto à massa, meto queijo por cima e forno com ela! Maravilhoso.

Madonna: Pasta Redon. Sounds maravilhoso.

Gil: Não percebeste o resto pois não?! Bem me pareceu... Asiático não sei fazer mas vou ali buscar a Arroios ou ao Martim Moniz e nem notas a diferença.

Madonna: Ok, ok, quase convencida. E estás disponível para viajar comigo?

Gil: Bom isso é que é mais difícil. Sabes, é que eu sou casado e a minha esposa não ía achar piada a isso. Eu expliquei-lhe que tu já és uma velha caquética e não fazes o meu género mas ainda assim ela tem ciúmes. Acho que é por causa do silicone... Mas olha, fazemos assim, avisas-me antes de ires viajar que eu faço-te uns tupperwares para a viagem que aguenta na boa uma semana ou duas.

Madonna: Ok, ok. Eu understand. Quando podes começar?

Gil: Já comecei Maria... Já comecei. Não sentes este cheirinho no ar? Hoje temos Cozido à Portuguesa para o almoço. E já preparei duas sandes de torresmo para o teu puto levar lá para o Seixal.

Madonna: Wonderfull!!

Gil: Prometo que não te vais arrepender. Quando deres por ti estás mais gorda que a Mariah Carey antes de ter feito a operação para retirar metado do estômago! Vá, agora prova lá isto...

Madonna: Hum... So good i'm feeling like a virgin!

Gil: Não abuses ó Mandona, olha que eu sou casado...

Madonna.jpg

GIL

 

E como bónus ainda vos deixo o video da vaca feliz da Terra Nostra:

 

 

 

 

A MARIA LEAL É UMA FRAUDE! – POR ESTA É QUE NINGUÉM ESPERAVA...

Avatar do autor estapafurdiosdoquotidiano, 19.10.18

O verniz estalou nas redes sociais, assim como na já agitada vida da grande artista portuguesa que dá pelo nome de Maria Leal. Francisco D'Eça Leal, ex-marido de Maria Leal, deu uma entrevista ao programa da SIC, "Vidas Suspensas", onde acusa a grande artista portuguesa de o deixar na desgraça. Segundo "Chico", Maria Leal enganou-o, estourando todo o dinheiro que este tinha recebido de herança do seu pai, o artista plástico Paulo D'Eça Leal, no valor de um milhão de euros. Nós, como somos acérrimos fãs de Maria Leal, decidimos que deveríamos ajudar a artista a defender-se destas graves acusações e fomos falar com ela...

 

RIC: Olá, Maria Leal!

 

Maria: Olá! Queres um autógrafo, é?

 

RIC: Não, nada disso, Maria. Sou eu, o RIC, do Estapafúrdios do Quotidiano. Como estás?

 

Maria: Ah, desculpa. Não te conheci, estás mais careca não estás?

 

RIC: Eu... Sim... Estou... Bom, mas não falemos de coisas tristes. Então o que se passou? Sempre estoiraste o dinheiro todo ao homem?

 

Maria: Eh pá, sim. Teve de ser. É a vida...

 

RIC: Ele diz que estouraste tudo em roupa, apartamentos e lojas.

 

Maria: Eish. Que mentira! Ele é um mentiroso!

 

RIC: Bom, não inteiramente... visto que tu acabaste de afirmar que sim, que estouraste o guito todo ao homem... Ainda por cima uma milhão! Como é que conseguiste evaporar tanto dinheiro assim do nada?

 

Maria: Oh... O dinheiro voa hoje em dia. Um milhão parece muito dinheiro, mas digo-te já que não chegou. Eu precisava ainda de mais. Não fiquei muito satisfeita.

 

RIC: Como é que gastaste o dinheiro, afinal?

 

Maria: Simples. Tu achas que é fácil ser-se famoso? Pensas que acordas um dia de manhã e pensas "hum, hoje vou ser famoso!" e pum!, ficas famoso? Claro que não. Eu tive de comprar a minha fama.

 

RIC: Ai, sim? Como assim? De que forma?

 

Maria: A começar pelo nome. Achas que tinha conseguido adquirir a fama com o nome Elisabete Maria Pereira Garcia Rodrigues D'Eça Leal? Claro que não. Tive de alterar para Maria Leal. Fica muito mais sonante não fica?

 

RIC: Hum, está bem. Mas não gastaste um milhão só com o nome, pois não?

 

Maria: Não, claro. Tive de comprar uma casa de luxo, um carro de luxo, um telemóvel de luxo, um cão de luxo, um gato de luxo, roupa de luxo e anéis de luxo, visto que ia ser famosa tinha de ter um estilo de vida que se equiparasse a tal.

 

RIC: E assim se foi um milhão?

 

Maria: Não. Ainda sobrou algum, que usei para aperfeiçoar a minha já existente veia artística. Aulas de dança (apesar de eu já ser por natureza uma espectacular dançarina...) e aulas de canto. Só para aperfeiçoar as minhas já maravilhosas e lindas cordas vocais. Sabes, quando uma pessoa nasce com um dom, tem de seguir esse dom.

 

RIC: Ah, isso. E que dom é esse?

 

Maria: Cantar, claro! Mas tinhas dúvidas? Só para que saibas, eu tive aulas de canto com a Madonna! E para que saibas, a Madonna veio morar para Portugal por minha culpa. Ela quer fazer um dueto comigo. Ou melhor, ela quer gravar um álbum comigo! É por isso que ela está cá a viver. Eu tenho muito a agradecer a ela, pois sou uma super-estrela graças aos 300 mil euros que lhe paguei pelas aulas. Uma pechincha...

 

RIC: Uma pechincha de facto... Bom, posso pedir-te um favor? Afinal podes autografar-me a careca?

 

Maria: Claro. Quanto tenho de pagar por isso?

 

RIC: Hã...?!

 

Maria: É o preço da fama, meu menino...

 

RIC: Agora sim, já percebi qual é mesmo o teu dom...

 

Maria: Ai sim? Qual é...?

 

RIC: O dom da estupidez, minha menina...

image.jpeg

RIC